domingo, 9 de abril de 2017

Resenha nacional: Confissões de uma Adolescente grávida - Graciela Paciência


Mirella tem 16 anos, faz parte do time de vôlei da escola onde estuda, é uma boa aluna, tem país amorosos e está em um relacionamento estável com Fabrício. Ah, e ela também está   grávida!

Em todos os momentos onde a palavra ''gravidez'' e ''filhos'' vieram a tona, Mirella sempre imaginou que só iria passar por essa fase depois de ter se formado na faculdade, conseguido um emprego estável e se casado. Entretanto, como vocês podem prever, as coisas não foram bem como ela imaginava. 
Aos 16 anos, ela engravidou do namorado. Não por descuido - eles usaram camisinha-, não para prender o namorado - ele a amava intensamente- e, definitivamente, não porquê sua família era problemática - seus país tinham trabalhos estáveis e eram amorosos-. Ela engravidou porquê a camisinha estourou: tão simples e complicado quanto parece. 

Quando se é adolescente, nós temos o ingênuo pensamento de que tudo que consideramos ruim ou inapropriado está destinado aos outros e que nunca nada irá nos atingir - nós nos achamos invencíveis. E com Mirela não foi diferente; ela acreditou que a camisinha estourada não a levaria a grandes consequências, afinal, qual era a probabilidade de justo ela, em meio a milhões de adolescentes que não usam proteção, ser a premiada? Pelo jeito, muitas. 

Em meio a crises emotivas e dos olhares tortos que passou a receber tanto de colegas de turma quanto da mãe de sua melhor amiga, Mirella ainda precisa lidar com a insegurança que passa a sentir depois de Fabrício se tornou amigo de Agatha, uma garota que exala confiança e sensualidade, e que a deixa se perguntando se ela é mesmo o par perfeito de Fabrício.

Narrado em primeira pessoa e com diálogos fáceis, Confissões de uma Adolescente Grávida nos permite uma visão ampla de um mundo de incertezas, medos e angústia de uma adolescente que foi presenteada pelo destino com algo que só esperava receber em um futuro distante e diferente. 

Minha opinião:


Uma das características que mais gostei no livro foi o fato da autora deixar mais do que claro que a gravidez precoce não está destinada apenas a adolescentes de classe baixa e/ou inconsequentes; é algo que pode acontecer com qualquer pessoa - comigo, com você, com sua vizinha ou até mesmo com sua filha.

Mirella, apesar de ser responsável é um pouco imatura, o que é compreensível para alguém de sua idade, mas isso não diminuiu meu desejo de entrar no livro e dar um acorda pra vida nela em algumas cenas.
Fabrício se mostrou um rapaz de responsabilidade, e é o exemplo ideal de pai adolescente e ser seguido. Responsável, amoroso e gentil, ele é o meu personagem favorito.

A escrita da autora é leve e direta - ela não é do tipo que fica enrolando para entrar em um assunto.

5 motivos para ler:

1° O livro nos mostra um outro lado de ser uma adolescente grávida; o lado que não conhecemos e que mesmo assim é o mais julgado.
2° A capa do livro é maravilhosa! Super colorida e chamativa.
3° Apesar de acreditar que a história deveria terminar de outro modo, o final é diferente e causa surpresa.
4° O livro é nacional, sendo assim as probabilidades de consegui-lo autografado são grandes!
5° Apesar da editora ser pequena, eles não deixam a desejar na revisão do livro; não há erros de ortografia ( pelo menos, nenhum do qual eu tenha reparado).
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário