Leituras da Mary

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Resenha: Nove regras a ignorar antes de se apaixonar - Sarah MacLean / Os números do amor #1
     Olá leitores, tudo bem?
    Hoje trago a resenha de um romance de época, gênero que quem me conhece sabe que eu adoro. O livro é super leve, divertido e romântico, garanto que vão gostar então leia a resenha até o final que ficará com curiosidade de conhecer essa obra.
    Nove regras a se ignorar antes de se apaixonar é o primeiro livro da série Os números do Amor da autora Sarah MacLean, publicado aqui no Brasil pela Editora Arqueiro no ano passado. É um romances de época ambientado na alta sociedade de Londres do século XIX.
    Nesse livro nós vamos conhecer a Calpúrnia Hartwell uma moça solteirona de 27 anos, de uma moral impecável que sempre agiu conforme as regras rígidas impostas pela sociedade, porém em um determinado momento de sua vida ela percebe que era a única a seguir as regras, pois as outras pessoas sempre faziam coisas escandalosas as escondidas.
    Cansada de ser a certinha e não ser valorizada por isso, de ser vista como a velha solteirona sem atrativos, depois de ouvir as escondidas uma conversa na qual o tema principal era ela e como afastava os homens com sua moral rígida, ela para para refletir e descobre que nunca fez nada que quisesse fazer, nunca fez nada escandaloso. Em um momento de desespero, tristeza e rancor ela elabora uma lista de coisas que queria fazer e jamais tivera coragem.
    A lista possuíam nove regras que ela desejava quebrar:
1º Beijar Alguem... apaixonadamente.2º Fumar charuto e beber Uísque.3º Montar com as pernas abertas.4º Esgrimir.5º Assistir a um duelo.6º Disparar uma pistola.7º Jogar em um clube para cavalheiros.8º Dançar todas as danças de um baile.9º Ser considerada linda. Pelo menos uma vez.
    Em um momento de coragem ela decide cumprir todos os itens de sua lista, para o primeiro deles ela precisava de um homem e o escolhido foi Gabriel o Marques de Ralston, por quem ela secretamente nutria uma paixão desde adolescente e que muito provavelmente nem sabia de sua existência.
    No meio da noite o empregado de Ralston lhe anuncia que ele tem uma visita feminina, para sua total e completa surpresa minutos depois estava na sua frente Lady Calpurnia Hartweel a solução para seus problemas. Porém ela estava diferente da garota contida que vivia nos cantos dos salões prova incontestável disso era o ousado pedido que ela lhe fez.
    Gabriel não era flor que se cheirasse tinha fama de libertino e realmente teve uma vida muito livre, pois jurara jamais se envolver amorosamente além do necessário para satisfazer seus desejos. Não queria acabar tristemente como o pai que se viu abandonado pela esposa com dois filhos gêmeos, Gabriel e Nick, a mãe dos garotos não tinha um pingo de amor materno e os irmãos viram o pai definhar dia após dia por um amor não correspondido.
    Entretanto recentemente a liberdade de Gabriel e Nick ameaçava acabar, pois descobriram que tinha uma irmã, fruto de uma das aventuras da mãe. O fato era que a garota estava na idade de debutar, mas era Italiana e, portanto não sabia ao certo como funcionava as regras de Londres, precisava de alguém com uma certa posição, bom nome e reputação para amadrinha-la e ensinar tudo que precisava saber sobre etiqueta. 
   Ninguém melhor que Lady Calpurnia para tal tarefa e para a sorte de Gabriel ela veio bater em sua porta no momento certo e na hora certa.

 Minha opinião
    Um livro super fofo e com uma temática que eu gosto muito de encontrar nos romances, gosto muito de mocinhas que não se encaixam no padrão da sociedade e a Calpúrnia é uma dessas, tida como solteirona, sem atrativos o típico patinho feio que vira cisne.
    O livro é bem clichê como a maioria desse gênero, mas um clichê bem construído, envolvente e delicioso. Temos aquela típica história de mocinha solteirona e desajeitada que se apaixona pelo mocinho bonitão e rico que acaba enxergando beleza onde ninguém havia visto.
    A imperfeição e a insegurança da personagem são fatos que podem desagradar alguns leitores, mas para mim foi justamente o contrário e me fez apaixonar ainda mais por ela e pelo livro.
     A autora soube introduzir as cenas certas nos momentos certos e por isso não consigo achar defeitos, em suma eu amei o livro.
Nota 9,5 e 5 estrelas no Skoob.
5 motivos para ler Nove Regras:
1- É um romance de época sobre a alta sociedade de Londres, com bailes requintados, vestidos lindíssimos e inúmeras regras sociais para serem quebradas. O tema perfeito para um romance.
2- Os personagens são cheios de defeitos e qualidades o que os tornam mais reais e instigantes. Tanto os protagonistas quanto os secundários.
3- A linguagem que a autora utilizou é muito instigante, o que nos permite ler bem rapidinho.
4- O livro tem algumas passagens super interessantes sobre a antiguidade clássica, livros desse período são mencionados e inclusive o nome da mocinha é inspirado no de uma imperatriz romana.
5-É ideal para ler depois de uma ressaca literária ou de um livro mais denso, pois a história flui rapidamente e nos suga para dentro da trama logo nas primeiras páginas.
    Espero que tenha gostado da resenha e não se esqueça  de nos deixar um comentário e de seguir o blog e as redes sociais para ficar por dentro das novidades.

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Resenha: O perfume da folha de chá - Dinah Jefferies

Ambientado em 1925, o livro conta a história de Gwen, uma jovem recém casada e apaixonada que está em um navio indo de encontro a seu marido, Laurence, no ceilão, onde tem uma fazenda voltada para a plantação chá.
Ainda no navio, Gwen conhece Savi, um homem gentil que lhe faz companhia enquanto espera pela chegada de seu marido e que, de certa forma, lhe deixa intrigada. 
A vida no Ceilão é mais monótona do que Gwen está acostumada, mas ela tenta se adequar ao máximo a vida de dona de casa e provar a Laurence que ele fez a escolha certa casando-se com ela. Porém Laurence, sempre carinhoso e gentil com sua esposa, mostra um comportamento diferente ao leva-la para morar em sua fazenda; distante e pensativo, ele aparenta estar preocupado com algo que foge do conhecimento de todos.
Alheia aos conflitos internos de seu marido, Gwen segue com sua nova vida enquanto tenta entender as contas da casa que, por algum motivo, nunca batem, e se integrando ao convívio social assim como as outras mulheres de outros colhedores de chá. Aos poucos, ela percebe que precisa escolher a dedo aqueles em quem deve depositar confiança, e aqueles que deve sempre se manter de olhos abertos.
Como se a relação entre Gwen e Laurence não estivesse distante o bastante, a chegada de Verity, irmã caçula de Laurence e incrivelmente irritante, trouxe um clima ainda mais tenso para a fazenda.
Gwen consegue controlar a situação em sua nova casa, e seu casamento parece estar bem, até que em uma noite regada a álcool e com poucas lembranças deixam a jovem confusa e com medo, fazendo-a temer até mesmo sua própria sombra. 
Um livro tenso, cheio de suspense e surpresas capazes de prender o leitor até a última página e instiga-lo a criar suas próprias teorias.


Minha opinião:


Sabe aquela sensação de perda, de não completitude e de completo vazio que costumamos sentir quando estamos longe da pessoa amada? Pois bem, é exatamente assim que me sinto, mas a única diferença é que esse sentimento foi causado pelo término de um livro.
Demorei exatamente uma semana para ler este livro. Não por falta de vontade ou de tempo, mas por medo do que viria a encontrar nas próximas páginas. O que inicialmente parecia ser um romance histórico entre pessoas de mundos diferentes, se tornou um dos maiores suspenses que já li! A tensão entre os personagens, a desconfiança que senti a cada página e o medo do que viesse a acontecer a Gwen, fizeram com que eu estagnasse cada capítulo e me preparasse para eventuais surpresas.
Durante a leitura, mais especificamente no meio do livro, comecei a criar milhares de teorias sobre os mistérios do livro, e confesso que fiquei satisfeita quando descobri que estava certa em algumas.
O livro também trata de questões sociais e trabalhistas, e mostram de perto como os colhedores de chá e outros trabalhadores rurais viviam naquela época (1925). A autora soube descrever bem a tensão que existia entre os proprietários de terras e os trabalhadores, que em sua maioria viviam em condições precárias.
A escrita da autora é gostosa de se ler, e Dinah sabe usa-las em prol do suspense. 
Uma das características que preciso citar aqui foram os cuidados com a capa do livro. Mantendo a imagem de capa original a versão estrangeira, e com o título em alto relevo, a Companhia das Letras merece uma salva de palmas por toda a dedicação em manter o livro o mais atrativo o possível para os leitores. Além da capa, a diagramação do livro está em perfeita harmonia, assim como a tradução e revisão do livro.

5 Motivos para ler o livro:

1° A escrita da autora é sensacional - ela sabe deixar o leitor inebriado com suas palavras.
2° É aquele tipo de livro que te deixa vidrado; você não consegue larga-lo até que obtenha respostas.
3° Os personagens são apaixonantes e suspeitos ao mesmo tempo, é difícil escolher um lado.
4° A autora sabe lidar com a mudança de época, e sabe a hora certa de altera-las.
5° Apesar de ter +400 páginas, a história fluide maneira que nem sequer percebemos. 

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Parceria com a Editora Alicanto


Olá leitores, tudo bem com vocês?
   Estou passando aqui para anunciar a mais recente conquista do Blog Leituras da Mary, nós firmamos parceria com a Editora Alicanto.
    Quero agradecer a Editora por essa confiança no nosso trabalho e também vocês meus leitores que estão sempre comentando, compartilhando e nos seguindo. 
    Estou super ansiosa para trazer várias dicas e resenhas dos livros da Alicanto aqui para vocês, continue nos acompanhando que em breve teremos muitas novidades.
    Não se esqueça de seguir a Editora Alicanto nas redes Sociais para ficar por dentro das novidades:

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Noticias Literárias: Pré-venda de Quando A Bela domou a Fera- Eloisa James/ Victória e o patife - Meg Cabot
Olha essas belezinha de romances de época que estão em pré-venda!!
Victória e o Patife é o novo romance de Meg Cabot que será lançado aqui pela Galera Record. Quando a Bela Domou a Fera da Eloisa James será lançado pela editora Arqueiro em março.
Eu é claro estou fascinada pelas capas e sinopses de ambos e não vejo a hora de tê-las aqui na minha estante e nas minhas mãos. Você já vai comprar o seu?


Quando a Bela domou a Fera - Eloisa James
-Saraiva: http://compre.vc/v2/c74a4e0b {E-book}
-Livraria Cultura: http://compre.vc/v2/83369c97 {Pré-venda}
Sinopse

Eleito um dos dez melhores romances de 2011 pelo Library Journal, "Quando a Bela domou a Fera" é uma releitura de um dos contos de fadas mais adorados de todos os tempos.Piers Yelverton, o conde de Marchant, vive em um castelo no País de Gales, onde seu temperamento irascível acaba ferindo todos os que cruzam seu caminho. Além disso, segundo as más línguas, o defeito que ele tem na perna o deixou imune aos encantos de qualquer mulher.
Mas Linnet não é qualquer mulher. É uma das moças mais adoráveis que já circularam pelos salões de Londres. Seu charme e sua inteligência já fizeram com que até mesmo um príncipe caísse a seus pés. Após ver seu nome envolvido em um escândalo da realeza, ela definitivamente precisa de um marido e, ao conhecer Piers, prevê que ele se apaixonará perdidamente em apenas duas semanas.
No entanto, Linnet não faz ideia do perigo que seu coração corre. Afinal, o homem a quem ela o está entregando talvez nunca seja capaz de corresponder a seus sentimentos. Que preço ela estará disposta a pagar para domar o coração frio e selvagem do conde? E Piers, por sua vez, será capaz de abrir mão de suas convicções mais profundas pela mulher mais maravilhosa que já conheceu?


Victória e o Patife - Meg Cabot
-Saraiva: http://compre.vc/v2/85727e24 {Pré-venda}
Sinopse


Um romance histórico com a marca de Meg Cabot. Criada pelos tios na Índia, Victoria é enviada a Londres aos 16 anos a fim de conseguir um marido. Mas é na longa viagem até a Inglaterra que a jovem encontra o amor, na figura de Hugo Rothschild, o nono Conde de Malfrey. Tudo estaria ótimo se não fosse a insuportável interferência do capitão do navio, Jacob Carstairs. Por que ele não pode confiar na escolha de Victoria? Por que ele não a deixa em paz? Estaria Hugo escondendo algo?
Espero que tenham gostado desse post com as novidades sobre romances de época que estão pintando por ai. Não se esqueça de deixar um comentário contando suas expectativas para esses livros.


#DivulgaoAutorNacional: Confira o Lançamento da autora Bruna Starke "Quando o Amor Transforma"

    Olá Leitores, tudo bem?
    Hoje venho lhes apresentar o lançamento da autora Bruna Starke "Quando o amor transforma" trata-se de um romance de época com príncipes e princesas, cheio de percalços, preconceitos e claro muito amor, bem do jeito que a gente gosta.
   Eu gostei bastante da sinopse e achei a capa muto linda, não posso dizer mais porque ainda não fiz a leitura, mas garanto que em breve vocês vão ler a resenha aqui no blog com as minhas impressões sobre a obra, aguardem!!!

Livro: Quando o Amor Transforma
Autora: Bruna Starke
Link Amazon: http://a.co/bl2xxFz


Sinopse
Em uma época em que a sociedade dita as regras suas vontades não valem de nada quando se nasce mulher, ainda mais no Reino de Alaonor onde o matrimônio é sinônimo de salvação.Alice nunca aceitou as imposições de seu tempo e mesmo com as tentativas de seu pai em encontrar um marido para sua única filha, ela sempre encontrou um modo de afugentá-los. Pelo menos até o dia que conhece Felipe. A aversão é o primeiro sentimento que ela tem pelo Príncipe de seu Reino, onde sua fama é de ser irresponsável e egoísta, mas o destino faz com que ela descubra que as aparências nem sempre condizem com o que realmente se passa no coração de cada um.

Sobre autora
Escritora de nascença, sempre foi fascinada pelos romances. Começou a escrever fanfics em 2007 e não demorou muito para começar a produzir seus originais. Somente em 2016 publicou seu primeiro livro em uma plataforma gratuita de livros e um ano depois seu livro já estava publicado na Amazon. 

"Escrevo desde sempre. Sou fascinada por romances e cada personagem é reflexo de como enxergo a vida, cada um deles tem um pouco do que sinto em relação a ela. Meu primeiro romance publicado foi como uma vitória depois de muitos anos escrevendo fanfics, aprendi muito e tive a oportunidade de melhorar minha escrita, mas a hora de trabalhar em uma obra 100% de minha autoria chegou e desde então só tenho a agradecer por minhas leitoras e meus leitores maravilhosos que embarcam na vida de personagens que tenho como filhos que vejo crescer cada dia mais."

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Sorteio Romance de Banca + marcadores do blog+ marcadores personalizados

Olá pessoal, venha participar do sorteio do livro Coração Feroz + Marcadores do blog + Marcadores personalizados.

Participe aqui:


a Rafflecopter giveaway

Regulamento
- Obrigatório ter endereço em território brasileiro.
- As entradas obrigatórias devem ser cumpridas, caso contrário o participante será desclassificado.
- Entradas opcionais garantem chances extras no sorteio.
- O blog não é responsável por extravio ou perda dos correios.
- O sorteio terá início em 21 de Fevereiro e término em 31 de março de 2017.
- O resultado será divulgado no blog em até 02 dias após o término do sorteio.
- Os ganhadores deverão responder o e-mail de contato em até 48 horas, caso contrário o sorteio será refeito.
- O blog terá prazo de 45 dias para enviar o prêmio .
- Perfis fakes ou promocionais serão desclassificados .

Boa sorte a todos!

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Resenha: O erro - Elle Kenned

    Olá leitores, tudo bem com vocês?
   Hoje trago uma resenha/indicação de um livrinho New Adult bem gostosinho de ler, espero que gostem.

  Resenha
    O erro é o segundo livro da série Amores improváveis publicado pela editora Paralela no final de 2016, assim como o primeiro livro O Acordo {Tem resenha aqui} ele se passa no ambiente de uma universidade Americana.
    Nesse livro conhecemos um pouco mais os protagonistas Logan e Grace e revemos outros que nos foram apresentados no primeiro livro, tais como o proprio Logan que ficamos conhecendo e nos apaixonando, os amigos dele Tucker, Dean, o Garret e a Hannah protagonistas de O acordo.
    O Logan é o tipico pegador, por ser uma das estrelas do time de hóquei as mulheres caem no seu colo onde quer que ele vá, mas é claro que sua aparência maravilhosa conta muitos pontos ao seu favor. Ele convive com quatro amigos em uma casa nas proximidades da faculdade que frequentam, porém nem mesmo os melhores amigos de Logan o conhecem realmente.
    Ele sempre se preocupou em mostar para as pessoas a vida boa e sossegada que vivia, a carreira bem sucedida no esporte, as mulheres que faziam fila para ficar com ele, seu jeito alegre e brincalhão. Mas na verdade ele esconde alguns segredos e a sua vida não é esse mar de rosa que ele procura mostrar para as pessoas. 
    Com um histórico de alcoolismo na família ele e o irmão comiam o pão que o diabo amassou para tocar o negócio do pai viciado em álcool, Logan se recente muito com o fato do pai não querer mudar a realidade na qual se encontra, desse modo ir todos os finais de semana para a oficina mecânica da família era um verdadeiro suplicio, pior ainda era saber que seu destino já estava traçado e que não podia alimentar sonhos de uma carreira brilhante no  hóquei.
    No outro lado da história temos a Grace, o completo oposto de Logan, o tipo de garota que prefere passar um fim de semana inteiro assistindo filmes de ação a ir em festas e encher a cara.
   Logan era conhecido pela faculdade inteira por sua fama de pegador e excelente jogador de hóquei que era impossível Grace não conhece-lo, ela não só o conhecia como também apreciava muito sua aparência física, porém sabia que as chances de um veterano e popular como ele se interessar por ela eram quase Zero.
    Mas o destino acaba colocando os dois frente a frete quando Logan erra o caminho de uma festa no dormitório de um de seus amigos e acaba batendo na porta de Grace, os dois acabam gostando de passar alguns momentos juntos mas ele não esta no melhor periodo de sua vida.
    Estava ficando difícil para ele sustentar o sorriso e a pose diante de todos os problemas familiares que esta passando, as decisões que tem que tomar, os seus sonhos de jogar hóquei profissionalmente sendo interrompidos e como se não bastasse tudo isso ele acreditava estar apaixonado pela namorada de seu melhor amigo Garret. 
     Grace era uma garota legal que parecia gostar de estar com ele não só porque era uma estrela no esporte, mas sim por ele mesmo, Logan também gostava da sua companhia, do seu jeito, quando ela tagarelava sem parar, sua paixão por filmes de suspense antigos.  
    Entretanto não podia se enganar ou engana-la enquanto tinha tantas coisas mal resolvidas em sua vida e em um momento de pressão ele acaba cometendo o erro, quando percebe o que fez já é tarde demais e reverter todos os danos seria uma tarefa extremamente difícil.

Minha opinião
    Assim como no primeiro livro da série esse livro me encantou, adoro esse tipo de histórias New Adults que os personagens ainda estão na faculdade e os dramas decorrentes desse fato, as paixões, as festas e o pacote completo das faculdades americanas.
    A narrativa da autora é completamente encantadora e fluida, eu me apaixonei pelos personagens, tanto os protagonistas quanto os secundários e toda a história que o livro traz, os momentos românticos, a parte divertida e também a  carga de drama.
  Com certeza essa série entrou par as minhas favoritas e recomendo muito a leitura desses livro para todos aqueles que gostam de um bom romance jovem com uma pitadinha de sensualidade.
Nota 10 para esse livro, 5 estrelinhas no skoob e favoritado.

5 Motivos para ler O erro:
1- É um new Adult maravilhoso, aquele tipo de livro que te faz se sentir dentro da história logo nas primeiras paginas.
2- Os personagem são extremamente cativantes e apaixonantes.
3- Tem todo aquele clima gostoso de série onde conhecemos todos os personagens e torcemos por eles, revemos os protagonistas dos livros anteriores e nos apaixonamos mais ainda.
4- Tem uma linguagem muito fluida e nos dá aquela sensação de "quero mais" depois que terminamos cada livro.
5 - A capacidade incrível que a autora tem de fazer personagens tão parecidos mas ao mesmo tempo tão diferente, fazendo com que as histórias se tornem ainda mais maravilhosas.
   Espero que tenha gostado dessa resenha e não se esqueça de deixar um comentário contando o que achou, se já leu e qual foi a sua opinião.


@marycspblog